Dicas para escolher lingerie

Uma boa lingerie não é aquela mais, mas sim a que valoriza o corpo e esbanja conforto. E estamos falando tanto das lingeries tradicionais, de uso no dia a dia, quanto as mais sensuais.

Porém, não é tão simples achar a lingerie perfeita para cada mulher. A linda diversidade de tipos de corpos e gostos dificulta um pouco essa busca. Por isso, selecionamos algumas dicas para dar uma luz no momento da compra. Ah, parceiros que desejam presentear com essas peças, essas dicas também são para vocês.

1/ Estilo

Quando será usada a lingerie? É para o dia a dia ou para uma noite especial?

A resposta determinará o tipo de lingerie. As tradicionais são mais simples, geralmente lisas, sem muitos detalhes. Já as sensuais são rendadas, com transparências e cores marcantes.

Esqueça a ideia de que lingerie é algo vulgar. Elas são para o uso normal. As mais sexys ajudam muito na relação, elevam a autoestima da mulher, que se sente mais poderosa e desejada, e despertam fantasias. Além disso, elas são desenvolvidas para modelar corretamente o corpo.

2/ Tamanho certo

Por linda e sexy que seja, se a peça não for do tamanho ideal ela perderá todo o seu propósito e, ainda, ficarão desconfortáveis. O correto é não ficar nem apertada, nem larga.

A dica é ter as medidas corporais chaves. Meça o busto, cintura, tórax e quadril.

3/ Tipo de tecido

Quem tem pele sensível, com tendência a irritações e alergias, deve se atentar ao tipo de tecido da lingerie. Observe na etiqueta e prefira tecidos com mais fibras naturais, como o algodão.

4/ Cores

As cores ajudam a criar o clima em ocasiões especiais. Por exemplo, os tons de vermelho e bordô remetem à paixão, ao fogo. Enquanto os tons claros, como branco e rosa, são mais românticos e delicados e a cor preta é relacionada à sensualidade, poder e mistério.

Seguir esses passos já facilita bastante encontrar a lingerie ideal. Mas, para acertar ainda mais, levar em consideração o formato do corpo é indispensável. Confira dicas para cada tipo de corpo.

Lingerie ideal para cada tipo de corpo

Formato oval: é o corpo com quadris e ombros de mesma largura, seios volumosos e cintura arredondada. A dica é disfarçar os seios e afinar a cintura.

Sutiã: com decote V ou U.

Calcinha: mais cavada, com laterais finas.

Cores: escuras.

Formato ampulheta: é o corpo com ombros e quadris de mesma largura, seios avantajados e cintura fina. A dica é disfarçar o tamanho dos seios.

Sutiã: meia taça e sem enchimento e detalhes.

Calcinha: com laterais mais largas e cós na altura do quadril.

Formato pera: é o corpo com o quadril mais largo e cintura fina. A dica é aumentar a parte de cima do corpo.

Sutiã: com bojo e detalhes ou estampas.

Calcinha: com laterais mais largas, sem estampas ou detalhes.

Formato retângulo: é o corpo com quadril, cintura e ombros de mesmo tamanho, reto. Geralmente, com seios pequenos. A dica é criar curvas no corpo.

Sutiã: com bojo, detalhes e meia taça.

Calcinha: cavadas, como o modelo asa delta, com laterais finas ou largas e detalhes laterais que aumentem o quadril.

Formato triangulo invertido: é o corpo com ombros mais largos que o quadril e seios avantajados. A dica é equilibrar o muito volume em cima e pouco embaixo.

Sutiã: sem bojo e detalhes, com alças largas e reforço lateral.

Calcinha: cavadas, com detalhes laterais, estampas ou bordados.

 

Vale finalizar dizendo que a regra maior para a lingerie ideal é a mulher usar algo no seu estilo e que ela se sinta segura e bonita. Depois de escolhida, faça a reserva da sua suíte no Lino para estrear a lingerie!



Deixe uma resposta