Homens, se cuidar também é prazeroso!

Todos os anos, pelo mundo todo, acontece o Novembro Azul, um movimento voltado à conscientização da importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Assim como trabalhamos para oferecer experiências prazerosas, também apoiamos o autocuidado para que o prazer sempre exista!

Confira algumas informações importantes sobre o câncer de próstata e cuide-se! Ah, inclusive, as mulheres também tem papel importante nesse movimento.

O câncer de próstata

É o segundo câncer mais comum entre os homens brasileiros e também entre todos os sexos. De acordo com o Instituto Nacional de Cancer (INCA), espera-se neste ano mais de 62mil casos de diagnóstico de câncer de próstata.

A maior incidência da doença é em homens após os 50 anos de idade, mas pode aparecer em homens mais jovens. Por isso, os mais novos, muito antes da idade de risco, devem estar atentos sobre a doença e seus sinais. Afinal, o diagnóstico precoce é muito importante para a cura, aumentando a sobrevida de pacientes em quase 100%.

Fatores de risco:

– Idade (a partir dos 50 anos);

– Histórico familiar (parentes próximos que tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos de idade);

– Sobrepeso e obesidade.

Sintomas

No início, o câncer de próstata costuma passar despercebido – eis o motivo pelo qual ter uma rotina de prevenção é importante. No entanto, alguns sinais podem ser alertas da doença (e de outras), como a dificuldade para urinar. Quando em estágio avançado, os sintomas são:

– Vontade de urinar frequentemente, principalmente à noite;

– Fluxo urinário fraco;

– Sangue na urina ou no semêm;

– Problemas de ereção.

 

Os sintomas citados também podem ser sinais de outro problema na próstata, o aumento dela, que é diferente do câncer e uma doença benigna. Na dúvida, consulte um médico o quanto antes!

Prevenção

Alguns dados de pesquisas mostram que a prevenção ainda não é muito o forte dos homens.

  • 45% dos usuários do SUS nunca fizeram o exame de toque.
  • 16% não fizeram o exame de sangue de dosagem do PSA, substância que pode indicar a incidência da doença.
  • 54% dos casos de câncer de próstata no Brasil, o homem nunca consultou um urologista.

Seja por desinformação ou preconceito, muitos homens ainda negligenciam o cuidado com a saúde. No caso do câncer de próstata, tal atitude não é nada boa. Pois, a probabilidade de cura está diretamente ligada ao estágio em que o câncer é descoberto.

Exames preventivos devem ser realizados todos os anos. Os dois principais a serem feitos é a dosagem de PSA no sangue e o exame de toque retal.

Por ser desconfortável e por puro preconceito, homens acabam evitando o exame de toque e realizam apenas o de sangue, para checar o PSA. O perigo aqui é que há vários casos de câncer de próstata em que não há alteração na dosagem do PSA.

Realizar os dois exames é muito importante para realmente rastrear a doença. Eles são complementares e o exame de toque é o único que detecta qualquer alteração na próstata.

Quem tem fatores de risco precisa começar a prevenção a partir dos 45 anos.

Tratamento

O tratamento adequado depende de vários fatores. Para a doença que está localizada e não atingiu outros órgãos, o tratamento pode envolver cirurgia e radioterapia. Quando o câncer se espalhou, o tratamento é outro, feito com terapia hormonal.

O papel da mulher na prevenção do câncer de próstata

Há pesquisas que mostram que 80% dos homens só vão ao médico por influencia da mulher. As mulheres são fundamentais para a conscientização e estímulo à prevenção. Até mesmo porque elas, desde a adolescência, precisam realizar exames periódicos, então, conseguem facilitar o entendimento do homem de que ir ao médico é necessário e não um desafio.

 

A cada 06 homens, 01 terá câncer de próstata. Não seja essa estatística. Ir ao médico não é sinal de fraqueza ou de ser menos homem. Seja inteligente e cuide-se!



Deixe uma resposta