Programa romântico regado a vinho

As estações frias são a desculpa perfeita para um programa romântico regado a comida saborosa e vinho. A composição comidinhas, taças, velas, flores. Ah, como não amar?

Essas ocasiões são um charme e ajudam a aproximar o casal. Sem falar de todo o poder que o vinho tem em dar um toque romântico e, ao mesmo tempo, aumentar a temperatura da relação.

Algumas pessoas ficam com a maior dúvida na hora de preparar uma noite de queijos e vinhos, por exemplo. Acham que fazer as harmonizações é difícil ou que gastará muito $$$. O que não é real, pois, dá para montar algo bem saboroso e bonito sem investir fortunas.

Com algumas dicas de ouro, a tarefa fica mais fácil e sem erros. Vou te contar quais são elas:

Escolha do vinho

O momento de escolha do vinho é um dos mais temidos.

Primeiro de tudo, não precisa comprar os vinhos mais caros. Há vários muito bons por um preço razoável nos mercados.

Agora, a maior regra é escolher um vinho não muito intenso. Pois, pode ser que ao invés do programa acabar em um momento quente a dois, acabe com os dois derrubados no sofá. Não é essa a intenção, não é mesmo?

Então, vinhos mais leves são o segredo. Para serem tomados lentamente, criando aquele clima de paixão.

Evite os fortes e intensos, como o Malbec e outros que dão aquela sensação de amarrar a boca. Prefira os suaves, brancos e roses.

Como gentileza, é de bom tom perguntar qual o tipo de vinho que o outro gosta.

Harmonização

Na prática, o que determina o vinho é a comida que será servida junto. As regrais gerais de harmonizações com vinho são:

Os vinhos tintos caem perfeitamente com carnes vermelhas, embutidos e queijos pesados, como o prato e cheddar, e chocolates.

Os brancos harmonizam com aves, peixes, frutos do mar e queijos como muçarela de búfala, ricota, queijo coalho e gorgonzola.

Patês, pãezinhos e bruschettas vão bem com diversos tipos de vinhos e ficam deliciosos também para acompanhar.

Aqui algumas sugestões de vinhos bons e que encontramos no mercado com um bom preço:

  • Carménère – Reservado: em torno de R$35
  • Cabernet Sauvignon – Casillero del Diablo: em torno de R$50
  • Sauvignon Blanc – Baron Philippe de Rothschild: em torno de R$40

Temperatura do vinho

Embora seja costume de muitos, nem todo vinho deve ser gelado. Quanto mais gelado o vinho estiver, mais amargor e acidez será sentido. Em temperatura ambiente, quente, o vinho é mais doce e o álcool é mais acentuado.

Os vinhos brancos e roses são servidos gelados, já os tintos não se deve beber gelado.

Ah! Em relação à quantidade de vinho. Normalmente, uma garrafa é o bastante para duas pessoas. Mas, se querem mais ou menos, fica à critério do casal. O que importa é não exceder o álcool e as coisas acabarem não da forma que se espera.

Também, não esqueça de servir água para se manter hidratado enquanto bebem o vinho.

Detalhes para ficar perfeito

Para deixar tudo perfeito, dê atenção aos detalhes.

Boa música, meia luz, velas acesas, cheirinho bom no ar. Tudo isso completa o clima romântico.

Quer dizer, tem a parte mais importante: você. Tome um banho delicioso, se hidrate, se perfume, escolha a roupa e arrase!

 

 

 

Leia mais:

Óleos essenciais para noites românticas
9 dicas infalíveis para você escolher qual motel ir